Maria e a Eucaristia!

 

Todos nós, somos chamados a honrar Maria, mãe de Deus e nossa, com muita devoção, afeto e fervor. Maria foi a escolhida por Deus para conceber Aquele que veio para salvar a humanidade. Todas as promessas reveladas no Antigo Testamento se cumprem com o seu “fiat”. Por Maria, Cristo nos redime, dando sua vida no madeiro da cruz e prometendo permanecer conosco “todos os dias, até a consumação dos séculos!” (Mt 28, 20) A Eucaristia, que fora instituída pelo próprio Cristo antes de sua Paixão, é a sublime manifestação desta presença real. A Virgem Santíssima e a Eucaristia possuem profundos laços, e é sobre isso que iremos refletir.Imagem 2

Na celebração eucarística, o pão e o vinho se tornam Corpo e Sangue de Cristo. Jesus se faz presente no meio dos homens. No entanto, para que se consiga viver este mistério e extrair frutos espirituais desta realidade sobrenatural é necessário que se tenha uma fé eucarística. “Maria praticou sua fé eucarística ainda antes de a Eucaristia ser instituída”, diz São João Paulo II, no momento em que ela aceitou ser a mãe do Salvador. Lá estava, em seu seio, o mesmo Corpo e Sangue, Alma e Divindade que se comunga, sacramentalmente na missa.

Vivemos na Santa Missa o mistério da morte e ressurreição de Cristo. O mistério que se atualiza para nós, é de forma sacramental, é o mesmo vivido por Maria. No Calvário, Jesus pendia na cruz, restando apenas ao seu lado João, o discípulo amado, Maria, sua mãe e algumas outras poucas mulheres. Maria permaneceu unida a Jesus, de joelhos aos pés da cruz, num ato de profunda entrega, prefigurando o que viria a ser nossa atitude diante de Jesus sacramentado, quando, pelas mãos do sacerdote no momento da consagração, Ele se faz presente.

Imagem 3É impossível separar Maria de Jesus, e esta realidade está presente na celebração eucarística em que participamos. Se no mistério da Paixão, Cristo entregou sua mãe a João, da mesma forma Ele nos entrega Maria, para que vivamos com ela a alegria da ressurreição. Na escola de Maria, mãe da Eucaristia, podemos aprender a sermos mais zelosos com a Eucaristia. O Meninos Jesus recebeu todos os cuidados e dedicação de sua mãe. Será que estamos sendo zelosos com a Eucaristia? Me preparo bem para receber Jesus Sacramentado? Trato a Eucaristia com o devido respeito e reverência? Maria se manteve aos pés da cruz com Jesus até o último instante possível. Quanto tempo da minha semana eu dedico a Senhor? Tenho visitado Jesus sempre que posso? Tenho buscado adora-Lo em espírito e verdade?

Que a Virgem Santíssima, mãe da Eucaristia, nos ensine a amar mais Jesus Eucarístico, nos indique o caminho para nos tornarmos verdadeiros adoradores do Senhor e que Ela nos ajude a conservarmos a fé que temos na presença real do Senhor na Santa Missa. Amém!

Redação: Seminarista Elton, estudante de Filosofia.

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *